Intervalo intrajornada: o que é e como funciona?

Fale com um especialista agora gratuitamente!

Não te mandaremos spam!

Nesse artigo você vai ver:

O que é o intervalo intrajornada? Todo trabalhador tem direito?

O descanso durante o trabalho é previsto na lei. Conheça aqui.

Fazer uma pausa durante a jornada de trabalho é um direito assegurado pela CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas). Afinal, ninguém é de ferro e precisa de um descanso até mesmo para melhorar a sua produtividade. O nome para essa pausa é denominado trabalho intrajornada.

O intervalo intrajornada é justamente o período de descanso que o trabalhador deve ter para repousar ou se alimentar durante seu expediente.
Quer conhecer mais sobre o assunto e o que prevê a lei? Continue a leitura.

O que a CLT diz sobre o intervalo intrajornada?

Está previsto na CLT, em seu artigo 71, que para qualquer trabalho que passe de seis horas de duração, é obrigatória uma pausa de no mínimo uma hora e no máximo duas horas.
Já para quem trabalha de quatro até seis horas por dia, o intervalo é de quinze minutos. Isso porque a pausa é proporcional ao tempo trabalhado.
Também é importante ressaltar que essa pausa é considerada à parte da jornada de trabalho. Portanto, se houver alguma mudança no tempo de intervalo, ela deve ser feita mediante acordo com a empresa.

Quer ajuda para abrir uma empresa ou ter um CNPJ?

A Amorim Contábil pode ajudar você na abertura de sua empresa, deixe seus dados e nossos especialistas entrarão em contato.

Como é feito o cálculo do intervalo?

Para calcular o intervalo intrajornada, vamos a um exemplo simples: Se o funcionário entra às 9h, tem uma jornada de oito horas para cumprir e faz uma pausa para o almoço às 12h, ele pode retornar às 13h ou às 14h. Se retornar às 13h, sai às 18h. Se retornar às 14h, sai às 19h.

O intervalo só não pode exceder duas horas, nem ser inferior a uma hora. O trabalhador poderia voltar às 13h15, por exemplo, saindo às 18h15. O mesmo é válido para jornadas noturnas, que são as que acontecem entre 22h e 5h.

Intervalo intrajornada pode ter meia hora

Com a Reforma Trabalhista que ocorreu em 2017, ficou estabelecido que o intervalo intrajornada para jornadas superiores a seis horas pode ser reduzido para o mínimo de 30 minutos.
A empresa precisa ter autorização do Ministério Público do Trabalho para isso e também deve cumprir a exigência de organização do refeitório no local de trabalho. Além disso, a redução não é permitida quando o funcionário estiver fazendo horas extras ou caso exista acordo ou convenção coletiva que exclua o intervalo por completo.

Também existe uma situação especial para motoristas, cobradores, fiscais de campo, empregados de empresas de transporte coletivo e fiscais de serviços de operação de veículos rodoviários. Para esses profissionais, o intervalo intrajornada pode ser reduzido ou fracionado em períodos menores.

A regra para esses casos é que o tempo de descanso deve ocorrer ao final de cada viagem, desde que seja mantida a remuneração e esteja previsto em norma coletiva de trabalho.
Pode acontecer do trabalhador não conseguir usar todo o seu intervalo intrajornada. A lei estabelece que, nesse caso, a empresa deve pagar o período como hora extra.

Existe diferença do intervalo intrajornada e interjornada?

Intervalo intrajornada é o que ocorre durante a jornada diária de trabalho. O intervalo interjornada é aquele que deve existir entre duas jornadas de trabalho consecutivas. Esse direito tem o objetivo de conceder um período de descanso para que o trabalhador possa recuperar as suas forças, resolver questões pessoais e contar com um tempo de lazer e convivência familiar.
O intervalo interjornada deve ter no mínimo 11 horas. Ou seja, entre uma jornada e outra de trabalho, o funcionário deve, obrigatoriamente, descansar pelo menos 11 horas. No caso da jornada noturna, quando a atividade terminar depois das 22h, o empregado só poderá começar um novo turno às 9h do dia seguinte.
Fonte: Jornal Contábil
PRESSIONE AQUI AGORA MESMO E FALE JÁ CONOSCO PARA MAIS INFORMAÇÕES!

Classifique nosso post

Categorias

Categorias

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Cta Post.png - Amorim Contábil | Contabilidade em Goiás

Deixe um comentário

Veja também

Posts Relacionados

Equipamentos Essenciais Para Postos De Combustíveis Guia Completo - Amorim Contábil | Contabilidade em Goiás

Equipamentos Essenciais para Postos de Combustíveis

Equipamentos Essenciais para Postos de Combustíveis: Guia Completo para Empreendedores Saiba quais são os equipamentos indispensáveis para garantir a eficiência e segurança do seu posto de combustíveis, e impulsione o sucesso do seu negócio. Administrar um posto de combustíveis requer atenção a diversos detalhes para garantir o bom funcionamento e

Sistemas Para Postos De Combustíveis. Inovação Para Gerenciamento Eficiente - Amorim Contábil | Contabilidade em Goiás

Sistema para Postos de Combustíveis: Gestão Eficiente para Empreendedores

Sistemas para Postos de Combustíveis: Inovação para Gerenciamento Eficiente Saiba como os sistemas para postos de combustíveis podem otimizar a gestão, reduzir erros e melhorar a eficiência operacional. Os sistemas para postos de combustíveis têm se tornado essenciais para a eficiência e o sucesso dos negócios nesse setor.  Empreendedores que

Direitos Do Frentista. Entenda Tudo Sobre Insalubridade E Proteção No Trabalho - Amorim Contábil | Contabilidade em Goiás

Frentista tem Direito a Insalubridade: Proteção e Segurança no Trabalho no Agronegócio

Frentista tem Direito a Insalubridade? Conheça os Benefícios e Proteções no Trabalho no Agronegócio Descubra como os frentistas no agronegócio podem garantir seus direitos trabalhistas com relação à insalubridade. No mundo do agronegócio, os frentistas desempenham um papel fundamental, lidando diariamente com diversas atividades que envolvem riscos à saúde e

Treinamento De Frentista. Elevando A Qualidade E Segurança Em Postos De Gasolina (1) - Amorim Contábil | Contabilidade em Goiás

Treinamento para frentista de posto de gasolina: saiba tudo!

Treinamento para frentista de posto de gasolina: guia completo! Eleve o padrão do seu posto com o treinamento especializado para frentistas, garantindo segurança e serviço de qualidade. A excelência dos padrões de qualidade e segurança em postos de gasolina passa, inquestionavelmente, pelo treinamento para frentista de posto de gasolina.  Este

Periculosidade Para Frentistas Direitos, Riscos E Prevenções Essenciais - Amorim Contábil | Contabilidade em Goiás

Periculosidade para frentistas: garanta a segurança no posto

Periculosidade para frentista: garantindo direitos e segurança em seu posto Explore estratégias eficazes para proteger seus empregados e melhorar a operacionalidade do seu negócio com a periculosidade frentista. A periculosidade para frentistas é um tema de extrema importância para empreendedores que buscam aprimorar a segurança em seus estabelecimentos.  Afinal, frentistas

Recomendado só para você
Entre as diversas informações presentes nas notas fiscais, o Código…
Cresta Posts Box by CP

Área do Cliente

Amorim contábil