skip to Main Content
Migração Para Lucro Real Em Postos De Combustível

Migração para Lucro Real em postos de combustível

Entenda por que a migração para Lucro Real pode ser uma excelente estratégia para melhorar o resultado em seu posto de combustível

Sabia que a migração para Lucro Real pode ser muito vantajosa para o seu posto de combustível? Leia o nosso artigo e entenda o motivo!

Primeiro, precisamos te falar que o nosso real propósito ao discutir, neste artigo, sobre a migração para Lucro Real é para tornar o assunto claro a você, que é gestor de um posto de combustível.

Então, através do nosso material, vamos também conversar sobre o Lucro Presumido para que você entenda como funciona.

Também vamos te explicar por que ser Lucro Real é vantajoso para a maioria dos postos de combustíveis.

Preparado(a)? Podemos começar? Então, lá vamos nós!
89675741 141440390509428 5483302008553209856 N - Amorim Contabil | Contabilidade em Goiás

O que é Lucro Real?

Lucro Real é um regime tributário que consiste em um grupo de normas jurídicas que vai definir como deve ser realizada a apuração de impostos de uma determinada empresa.

Dois impostos que exercem muita importância neste enquadramento são a CSLL e o IRPJ.

Ambos incidem sobre o lucro a uma alíquota de 9% e 32%, respectivamente.

É chamado de “Lucro Real” devido ao fato de essas alíquotas incidirem sobre o lucro que, de fato, houve no período.

Também, quando o lucro da empresa ultrapassa R$ 20.000,00 multiplicado pela quantidade de períodos mensais da faixa de tempo que está sendo calculada, deve-se recolher 10% sobre o excedente a título de adicional de Imposto de Renda.

O Lucro Real é um dos regimes menos desejados pelos empresários, principalmente pelo fato de a apuração ser complexa.

Isso ocorre porque, para que ele seja calculado, é fundamental estar com a contabilidade em dia.

Além disso, outro fato que deve ser lembrado é que nesse regime outros impostos que exercem significativa importância são o PIS e a COFINS.

Eles incidem sobre o faturamento a uma alíquota de 1,65% e 7,6%.

No entanto, é necessário que você, que está pensando em fazer a migração para Lucro Real, saiba que ele permite que se credite dos respectivos percentuais na aquisição de insumos.

Nesse regime, algumas receitas e despesas não podem ser consideradas para efeito de cálculo do imposto.

Por conta disso, é necessário que o cálculo seja registrado no LALUR (Livro de Apuração do Lucro Real), deixando evidente o que foi adicionado e excluído do lucro.

Qual a diferença entre Lucro Real e Lucro Presumido?

Diferente do Lucro Real, no Lucro Presumido o governo estipula um lucro que sua empresa terá decorrente das vendas auferidas em um determinado período.

Para postos de combustíveis, esse percentual é de 1,6%.

Após aplicado sobre o faturamento, você encontrará a base em que deverão ser aplicadas as respectivas alíquotas de CSLL e IRPJ, nos mesmos percentuais do Lucro Real (9% e 15%).

Nele, você também deverá identificar a existência da necessidade de recolhimento do adicional de Imposto de Renda, seguindo os mesmos critérios usados no Lucro Real.

O PIS e a COFINS incidem sobre o faturamento, mas nas alíquotas de 0,65% e 3%, não sendo possível se creditar desses percentuais na compra de insumos, como poderia ser feito no Lucro Real.

Em síntese, essa é a forma de cálculo desses dois regimes de tributação e que você precisa entender para identificar se, de fato, fazer a migração para Lucro Real será vantajosa. 

Seu posto deve migrar para o Lucro Real e eu posso te provar!

Podemos dizer que para a maioria dos postos de combustível a migração para Lucro Real é, sim, vantajosa.

Primeiro porque, mesmo com uma alíquota de 1,6% de presunção do lucro no Lucro Presumido, a margem de lucro de negócios desse segmento é bem baixa.

Existem situações em que, ao se deduzir das receitas os custos de produtos vendidos (que costumam ser altos) e demais receitas, a base de cálculo acaba sendo menor do que se fosse aplicado esse percentual diretamente sobre o faturamento.

Ainda, no Lucro Presumido, mesmo que você tenha prejuízos, caso tenha faturado deverá pagar o IRPJ e a CSLL.

Já no outro regime, como não houve lucro, não será necessário recolher impostos e os prejuízos poderão ser compensados em períodos futuros, de acordo com critérios existentes na lei.

Ademais, em julho de 2020, foi sancionada a lei que traz um substituto para o PIS e a COFINS: a Contribuição Social Sobre Operações com Bens e Serviços.

Entenda como nós, da Amorim, podemos te ajudar nesse processo

Nós, da Amorim, somos uma contabilidade especializada em postos de combustíveis e podemos te dar mais detalhes sobre como será vantajoso migrar seu negócio para Lucro Real.

Nessa perspectiva, embora a dinâmica da maioria dos postos seja igual, sendo, na maioria das vezes, recomendado que a migração para Lucro Real aconteça, não devemos excluir situações em que a permanência no Lucro Presumido possa ser acatada e preferida.

O planejamento tributário nos ajuda a esclarecer qualquer dúvida que possa surgir sobre o tema.

Dessa forma, entre em contato conosco, fale com um de nossos especialistas, trabalhamos com o objetivo de levar soluções aos nossos clientes que contribuam com a prosperidade de seus negócios.

QUERO UM POSTO DE GASOLINA DE SUCESSO

Ainda possui alguma dúvida? Que tal entrar em contato com a Amorim Contábil? Somos especialistas no seu negócio e poderemos ajudá-lo. Será um prazer conversar!

Siga-nos no Facebook: @amorimcontabil

Sucesso e até logo.

Assine nossa newsletter

Receba dicas valiosas para o seu negócio semanalmente!

Summary
Migração para Lucro Real em postos de combustível
Article Name
Migração para Lucro Real em postos de combustível
Description
Entenda por que a migração para Lucro Real pode ser uma excelente estratégia para melhorar o resultado em seu posto de combustível Sabia que a migração para Lucro Real pode ser muito vantajosa para o seu posto de combustível? Leia o nosso artigo e entenda o motivo!
Author
Publisher Name
Amorim
Publisher Logo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendado só para você!
“Posso ter duas ou mais empresas no Simples Nacional?” Sim,…
Back To Top