skip to Main Content
Planejamento Tributário: Como Fazer O Do Seu Posto De Combustível?

Planejamento tributário: como fazer o do seu Posto de Combustível?

Você tem um Planejamento tributário para postos de combustíveis e precisa de mais economia e lucro?

Bom, a boa notícia é que é possível, até mesmo, reduzir custos e pagar menos imposto em posto de gasolina, quando se está aliado a uma contabilidade especializada nesse segmento.

Hoje, o tema é muito especial, porque é direcionado a você: amigo gestor de postos de combustível!

Então, está pronto para alguns esclarecimentos de suma importância sobre a gestão e condução do seu posto de gasolina?

Para que serve o Planejamento tributário para postos de combustíveis?

O planejamento tributário é de grande importância por motivos simples, embora, infelizmente, muitas vezes, esse planejamento seja deixado para lá, como se fosse algo supérfluo!

Essa crença vem, muitas vezes, do não entendimento da necessidade e importância do Planejamento tributário para postos de combustíveis, por isso, destacaremos aqui algumas bases essenciais desse recurso tão promissor ao negócio.

Vamos compreender melhor como ele pode ajudar seu posto?

  • Com um planejamento tributário é possível reduzir os custos desnecessários do seu posto e, até mesmo, minimizar os necessários, sem que se perca a qualidade da sua performance.
  • Através desse planejamento também é possível reduzir impostos, já que, muitas vezes, a empresa possui o enquadramento mais oneroso!
  • Por meio dele também se evita a incidência do fato gerador do tributo, exemplo: é possível substituir uma maior parte do valor do pró-labore dos sócios da empresa na distribuição dos lucros, assim, evita-se a incidência do IR na fonte ou na sua declaração. O que dá para ser evitado? Pagar 20% sobre o INSS, 27,5% sobre o IR, entre outros.
  • É possível reduzir o valor da alíquota da base de cálculo do tributos e taxas, além da possibilidade de ser restituído em caso de pagamentos indevidos, além do necessário.
  • Através do planejamento, em alguns casos, é permitido o adiamento do pagamento de tributos, sem que para isso haja multas. UM exemplo disso seria: transferir a data do faturamento da empresa do dia trinta para dia primeiro de cada mês. Dessa maneira se recebe 30 dias adicionais para pagamentos de: PIS, SIMPLES, ICMS, ISS, CSLL, COFINS, entre outros.
  • Outra possibilidade é pagar menos na declaração do imposto de renda, por meio das deduções de despesas como: médicos, clínicas, exames, planos de previdência, educação de dependentes, etc.

Concluindo que :

É por conta de tudo isso que ter um contador experiente em planejamento tributário se torna tão essencial, já que através do contador e dos conhecimentos que ele tem sobre Leis, brechas e possibilidades com a regras empresariais, fiscais, econômicas e tributárias, é que se pode ter melhores resultados de lucratividade em todos os sentidos possíveis e viáveis.

Portanto, não perca mais tempo se desgastando tanto, ficando aborrecido em ter que pagar tantos tributos que, ao seu modo de ver, são muito além do que deveria pagar, saiba que a possibilidade de economizar é real, basta apenas ter um acompanhamento qualificado do seu negócio, com um contador experiente e bem preparado.

Combinado?

Te aguardamos para dar mais esclarecimentos e para poder ajudar!

Ainda possui alguma dúvida? Que tal entrar em contato com a Amorim Contábil? Somos especialistas no seu negócio e poderemos ajudá-lo. Será um prazer conversar!

Siga-nos no Facebook: @amorimcontabil

Sucesso e até logo.

Assine nossa newsletter

Receba dicas valiosas para o seu negócio semanalmente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top